29/03/2015

Poemas: Hora Do Colunista!!

Olá queridos leitores como estão? Espero que todos bem!! trouxe mais um dos meus poemas para vocês Apreciem!!



O sol se evapora, dando lugar a chuva. Ela aparece de mansinho trazendo pequenas lembranças, Como momentos de infância... Das traquinagens que me levaram até a perder os dentes. Dos momentos de coisas bobas que eu tinha medo. E hoje nem me assombram, pois apareceram pesadelos piores e reais.
Lembro-me de quando amei a chuva, Pois ela, encobria meu choro e ninguém notava. Lembro-me de beijos e abraços Enquanto a chuva tocava uma música maluca nas telhas.
Os trovões, que me davam medo, Hoje nem tanto, pois já sei como evitá-los.
O Importante é que a chuva sempre terá esse poder De se tornar uma máquina do tempo para mim.
Não importa quanto tempo eu esteja no sol, Quando vem a chuva.... As lembranças veem como gotas.


                                                                                             Por Antonio Carmona
.