21/09/2015

Resenha do livro: Uma Curva no tempo Dani Atkins

Título: Uma Curva no Tempo
Autor (a): Dani Atkins
Editora: Arqueiro
Páginas: 235
ISBN: 9788580414134
Sinopse:
A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona? A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?




Em Uma Curva no tempo nos conhecemos a historia de vários jovens que estão saindo do colegial em rumo a Universidade em especial a vida de Rachel Wiltshire, o que era para ser um jantar de despedida do grupo de amigos que estão juntos a vários anos e que agora estão se preparando para uma nova vida, acaba se transformando em um verdadeiro caos pelo o menos para a Rachel, tudo acontece quando um carro desgovernado atinge o lugar onde Rachel e seus amigos se encontram perto da janela do restaurante, depois disso a vida de Rachel muda para sempre, Seu melhor amigo Jimmy ao salva-la  "ao parecer " perde sua vida, Rachel sofre um trauma e com isso foge da sua antiga vida indo morar em Londres em um apartamento sem nenhum luxo e com um emprego sem nenhuma expectativa de vida, já se passara 5 anos e ela ainda se culpa pela a morte de seu amigo Jimmy.

Talvez meu subconsciente tivesse percebido algo que o restante de mim se recusara a reconhecer. Que uma vida sem Jimmy era como uma morte em vida, e passar por isso era a pior espécie de inferno que eu poderia imaginar. 
A partir dai que começa a confusão pelo o menos pra mim rsrs Rachel terá que retornar a sua antiga cidade onde as mais terríveis lembranças a assombram, Pois sua melhor amiga irá se casar e ela terá que enfrentar seus medos para ver a sua melhor amiga a subir no altar, e Sara não a iria perdoar caso ela não fosse, rever os amigos de Rachel não sera fácil ainda mais poder rever seu Ex Matt que com a morte de Jimmy eles se romperam, e ele esta agora com Cathy. Mais o que parece ser real é apenas ilusão,
ou vice versa, Matt ao rever Rachel diz que dessa vez não vai perde-la, e novamente vamos para o futuro onde Rachel está noiva de Matt, e ao ser assaltada bate com a cabeça, esquece boa parte de seu passado, e constrói um passado "imaginário" ou talvez seja uma nova vida para Rachel uma vida nova melhor que o destino lhe oferecera, Mais foi ai que surgiu para mim uma grande confusão, possivelmente Rachel estava mesmo em uma grande luta contra sua vida escondida de todos, e novamente o destino quis dá a ela uma nova expectativa de vida, fazendo com que Rachel voltasse no tempo fazendo com o que os acontecimentos as escolhas sejam outra, mudando seu destino para melhor. Mais não apagara suas lembranças, e Rachel corre contra o tempo para mostrar que essa vida onde todos pensam que é dela, na verdade não era dela, Mais tudo se comprova que aquela seria sim sua vida, e que essa vida que ela criara deve ter sonhado. Nessa nova vida de Rachel seu amigo Jimmy não morrera e seu pai não estava com câncer, e estava feliz sendo noiva de Matt, trabalhando em um belo cargo em uma revista e morando em um apartamento luxuoso, seus planos formados ainda na adolescência se concretizaram diferente da sua outra vida onde viveu por muito tempo em seu minusculo apartamento trabalhando em um jornal separada de Matt com um pai com câncer, e se culpando pela a morte do seu melhor amigo. 

Pela primeira vez questionei por que estava tão motivada a demolir um mundo que podia ser muito melhor do que aquele no qual eu vivia.

As peças do quebra-cabeça de repente começavam a se encaixar, mas em vez do esclarecimento e da explicação que eu buscara, o enigma ia se resolvendo de maneira errada, e a imagem que ele começava a revelar me encheu de terror.
  Confesso que fiquei meio confusa sobre o livro, mais ainda sim ele foi uma leitura muito boa, sentimos na pele as dores de Rachel ao perder seu amigo, o sofrimento dela doía na minha própria alma, a autora deixou alguns pontos sem resposta, Mais ainda sim a historia é muito emocionante e o personagem Jimmy me cativou mais do que a própria Rachel,  super recomendo o livro, ele destacou o poder da amizade mais do que o romance em si e isso ficou muito bom. super indicoo.


.