30/01/2016

Falando sobre: O Sal da Vida.

Oi gente! Tudo bem? No post de hoje venho falar sobre o (livrinho) livro O Sal da Vida, de Françoise Héritier.

Bem, sobre o livro tenho a dizer que: É BEM LEGAL!
No começo eu achei que fosse um livro estilo auto-ajuda e etc, o que me decepcionou um pouco no começo, mas a leitura foi fluindo e melhorou bastante a escrita da autora!
Em O Sal da Vida, Françoise Héritier envia cartas a seu amigo, que trabalha muito e, por isso, perde os bons momentos da vida. Nestas cartas, ela o aconselha e se dedicar mais ao lazer, pois, em meio as nossas rotinas, temos dado pouco tempo para ele. Ela coloca diversas dicas e sugestões do que ele, e o leitor, devem fazer ao menos uma vez na vida, se emocionar, ir ao cinema e chorar publicamente, analisar o seu amago, o mais profundo ser, ir a África e ajudar, assim como ela fez em certo momento de sua vida e etc... O livro nos trás à tona várias emoções e devaneios de infância, memórias, lembranças. Acho que posso considerar este livro anti-depressivo, pois, como diz a autora, às vezes é preciso chorar, pelas lembranças, mas erguer a cabeça. Acho que é um livro que vale a pena ser lido e relido, e até comprado, pois o preço é acessível... Dá para o ler muito rápido, e o livro/a autora interage com o leitor.

Avaliação:
 (4,5 estrelas, mas "arredondei" para 5,0 no Skoob)
Páginas: 108.
Ano de publicação: 2013
Editora: Valentina.

Espero que gostem, e até o próximo post! :)


.