20/01/2016

Resenha: Quando tudo volta, de John Corey Whaley

Ola pessoal!! Hoje venho falar de uma leitura meio que diferente de todos que já li, ele também faz parte do desfio um livro há mais de um ano na estante que estou participando, então vamos ao que interessa.

Titulo: Quando Tudo Volta
Autor(a): John Corey Whaley

Ano: 2014
Número de páginas: 220
Editora: Novo Conceito
SINOPSE: Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador. O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas. Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.

Quando tudo volta é livro que imagino eu seja de suspense com um pouco de drama, ele conta a historia de Cullen um adolescente  de 17 anos que tem um irmão de 15 chamado Gabriel, os dois vive em uma cidadezinha monótona e sem nenhuma expectativa de vida chamada LIly, que fica em Arkansas, Gabriel sempre fora inteligente, todas os que o conhecia gostava dele, seu maio hobby era livros e musicas o que deixava o mais interessante. Cullen era apaixonado por Ada que era muito conhecida na cidade, pois todo menino que ela namorava acontecia algo e ele morria, parecia um certo tipo de maldição que a perseguia. Ela namorava o cara mais grande do colégio e mais assustador.Russel. 

As garotas sempre querem caras que as tratam, e que tratam a maioria das pessoas,como um monte de lixo. Talvez esse seja o fenômeno mais assustador da historia.

O livro é intercalado com duas historias diferentes que no final suas vidas se cruzam, mais que isso a historia toda é meio que "Doida", Bentom é um missionário que desde a infância sua vida era agradar o pai, ficava feliz em ver o pai super orgulhoso dele, ele fora designado pelo o reverendo a fazer missão na Etiópia, o que ele pensava em ser missão foi mais pra ação beneficiente, pois Bentom não esperava sair de casa em casa entregando pão e água sem dizer nenhuma palavra sobre salvamento e libertação as pessoas, ao contrario ele queria pregar para as pessoas mostrar-lhe a salvação, até que ele se cansa de tudo aquilo e resolve voltar para casa, assim que volta ele e anunciado que nunca irá ser novamente escalado para fazer alguma missão, dizendo que ele não esta preparado para aquilo, seu pai se decepcionara com ele, o maior medo de Bentom acontecera seu pai tem vergonha do filho que tem. assim ele resolve ir para uma universidade afim de esquecer seu fracasso, e conhece seu colega de quarto Cabot Searcy.

- Ah vou ser escritor- declarou Bentom pela a primeira vez.
 - Legal, estou estudando filosofia, porque, vou mudar o mundo.

Nisso Gabriel irmão de Cullen some misteriosamente, ninguém sabe o paradeiro de seu irmão, isso aconteceu em um verão, justo quando a cidade esta em uma euforia com o aparecimento de um pássaro em extinção a muitos anos, o Pica Pau Lázaro, em meio aos burburinhos sobre o pássaro o desaparecimento de Gabriel se passa despercebido entre os jornais e tvs da cidade,  trazendo em si a revolta da família.

Pra falar a verdade pensa numa historia meio que maluca rsrs, sério o livro em si é muito bom, a escrita super fácil, mais há coisas no livro que não tinha necessidade de ser escrito, o Cabot acabou por ser um fanático religioso ou talvez não religioso, não dá pra entender, muitas mortes no livro parecia que você estava assistindo algum filme sobre guerras, nunca vi um livro com tantas mortes sem ter nenhum motivo real daquilo, garotos jovens em pleno vigor de vidas, é tudo meio trágico, O Cullen tem flash backs diretos imaginando as situações com zumbis, o final é surpreendente da uma reviravolta muito boa, mais mesmo assim ainda ficou muito lunático o livro, é uma boa leitura mais não foi um dos meus melhores, por isso 3 estrelas. e acho que esta muito rsrs.








.